Blog

Home – Blog

Como Fazer uma Horta em Apartamento

Ter uma horta em apartamento é uma ótima forma de trazer mais verde, saúde e sabor para o seu lar. Com uma horta, você pode cultivar ervas, temperos, hortaliças e até mesmo alguns vegetais, que vão deixar suas receitas mais frescas e nutritivas. Além disso, uma horta em apartamento também pode ser um elemento decorativo, que traz mais vida e beleza para o ambiente.

Mas como fazer uma horta em apartamento? Quais são os cuidados necessários? Quais são as melhores plantas para cultivar? Essas são algumas das perguntas que vamos responder neste texto. Confira as nossas dicas e aprenda a montar a sua horta em apartamento de forma simples e prática.

  • Escolha o local ideal: O primeiro passo para fazer uma horta em apartamento é escolher o local ideal para colocá-la. O local deve receber pelo menos 4 horas de sol por dia, pois a maioria das plantas precisa dessa quantidade de luz para se desenvolver bem . Você pode aproveitar a varanda, a sacada, a janela ou algum outro espaço que tenha boa iluminação natural. Outro aspecto importante é evitar o vento excessivo, que pode prejudicar o crescimento e a saúde das plantas. Por isso, escolha um local protegido ou use algum tipo de barreira, como cortinas, telas ou treliças. O local ideal também deve ter fácil acesso à água e à eletricidade, caso você precise regar as plantas ou usar algum equipamento elétrico.
  • Escolha os recipientes adequados: O segundo passo é escolher os recipientes adequados para plantar as suas hortaliças. Você pode usar vasos, jardineiras, latas, garrafas, canecas ou qualquer outro recipiente que tenha um furo no fundo para drenar a água . O tamanho do recipiente deve ser proporcional ao tamanho da planta que você vai cultivar. Por exemplo, plantas com raízes mais profundas, como cenoura e beterraba, precisam de recipientes mais altos do que plantas com raízes mais superficiais, como alface e rúcula. O material do recipiente também deve ser adequado ao tipo de planta. Por exemplo, plantas que gostam de umidade, como hortelã e coentro, se dão bem em recipientes de plástico ou cerâmica, que retêm mais água. Já plantas que gostam de secura, como alecrim e tomilho, se dão bem em recipientes de metal ou madeira, que evaporam mais água. Você também pode usar suportes ou estruturas para fixar os recipientes na parede ou no teto, criando uma horta vertical ou suspensa. Essa é uma ótima solução para aproveitar melhor o espaço e deixar a sua horta mais charmosa.
  • Escolha as plantas adequadas: O terceiro passo é escolher as plantas adequadas para a sua horta em apartamento. Você pode optar por plantas que sejam fáceis de cuidar, que se adaptem bem ao clima da sua região e que sejam úteis para o seu consumo. Algumas das plantas mais indicadas para uma horta em apartamento são:
    • Ervas e temperos: manjericão, alecrim, salsinha, cebolinha, orégano, tomilho, hortelã, coentro, sálvia, etc. Essas plantas são ótimas para aromatizar e temperar os seus pratos, além de terem propriedades medicinais e aromáticas. Elas podem ser cultivadas em pequenos vasos ou jardineiras e precisam de sol direto ou indireto por pelo menos 4 horas por dia.
    • Hortaliças: alface, rúcula, agrião, espinafre, couve, almeirão, etc. Essas plantas são ricas em vitaminas, minerais e fibras e podem ser usadas em saladas, sopas ou sucos. Elas podem ser cultivadas em vasos médios ou grandes e precisam de sol direto ou indireto por pelo menos 4 horas por dia.
    • Vegetais: tomate-cereja, pimenta, morango, cenoura, beterraba, rabanete, etc. Essas plantas são deliciosas e podem ser usadas em diversas receitas ou consumidas in natura. Elas podem ser cultivadas em vasos grandes ou jardineiras e precisam de sol direto por pelo menos 6 horas por dia.

Você pode comprar as mudas prontas ou semear as sementes nos recipientes. Se optar pelas sementes, siga as instruções da embalagem sobre a profundidade e o espaçamento adequados. Você também pode misturar diferentes plantas no mesmo recipiente, desde que elas tenham necessidades similares de luz, água e nutrientes.

  • Prepare o substrato: O quarto passo é preparar o substrato para as suas plantas. O substrato é a mistura de materiais orgânicos e inorgânicos que vai fornecer água e nutrientes para as plantas. Você pode comprar o substrato pronto ou fazer o seu próprio usando terra vegetal (ou terra preta), composto orgânico (ou húmus de minhoca) e areia. A proporção ideal é usar 1 parte de terra vegetal para 1 parte de composto orgânico e 1/2 parte de areia. Misture bem os ingredientes e coloque-os nos recipientes, deixando uma margem de 2 cm até a borda. O substrato deve ficar fofo e úmido, mas não encharcado.
  • Faça a drenagem: O quinto passo é fazer a drenagem dos recipientes. A drenagem é importante para evitar o acúmulo de água no fundo dos recipientes, que pode causar o apodrecimento das raízes e o surgimento de fungos e bactérias. Para fazer a drenagem, você vai precisar de argila expandida (ou brita) e manta geotêxtil (ou bidim) . Coloque uma camada de argila expandida ou brita no fundo do recipiente, cobrindo o furo. Em seguida, coloque uma camada de manta geotêxtil ou bidim por cima, cobrindo toda a superfície. Esses materiais vão permitir que a água escorra, mas vão impedir que o substrato saia pelo furo.
  • Plante as mudas ou sementes: O sexto passo é plantar as mudas ou sementes nos recipientes. Se você comprou as mudas prontas, retire-as dos vasinhos com cuidado, preservando as raízes. Faça um buraco no substrato do tamanho da muda e coloque-a dentro. Cubra com mais substrato e aperte levemente para fixar. Se você optou pelas sementes, faça pequenos buracos no substrato com a profundidade e o espaçamento indicados na embalagem. Coloque as sementes dentro e cubra com mais substrato. Regue em seguida.
  • Regue as plantas: O sétimo passo é regar as plantas regularmente. A rega é essencial para manter as plantas hidratadas e saudáveis. A frequência e a quantidade de água dependem do tipo de planta, do clima e da estação do ano. Em geral, você deve regar as plantas quando o substrato estiver seco na superfície, mas não deixe que ele fique completamente seco ou encharcado. Você pode usar um regador, uma garrafa ou um borrifador para regar as plantas. Regue sempre pela manhã ou no final da tarde, evitando o horário de sol forte. Regue diretamente no substrato, evitando molhar as folhas e os frutos.
  • Adube as plantas: O oitavo passo é adubar as plantas periodicamente. O adubo é importante para fornecer nutrientes para as plantas e estimular o seu crescimento e produção. Você pode usar adubos orgânicos ou químicos, seguindo as instruções de uso de cada produto. Você pode aplicar o adubo a cada 15 ou 30 dias, dependendo da necessidade das plantas. Você também pode fazer o seu próprio adubo usando restos de alimentos, como cascas de frutas, legumes e ovos, borra de café, chá e cinzas. Basta misturar esses materiais em uma composteira ou em um balde com tampa e deixar fermentar por alguns dias. Depois, coe o líquido resultante e use-o para regar as plantas.
  • Pode as plantas: O nono passo é podar as plantas ocasionalmente. A poda é importante para remover as partes secas, doentes ou danificadas das plantas e também para estimular o seu desenvolvimento e floração. Você pode usar uma tesoura ou uma faca afiada para cortar as folhas, os galhos e os frutos que estiverem comprometidos. Você deve podar as plantas sempre que notar algum problema ou quando elas estiverem muito grandes ou desproporcionais ao recipiente. Você também pode podar as plantas para dar-lhes uma forma mais bonita ou harmoniosa.
  • Colha as plantas: O décimo passo é colher as plantas quando elas estiverem prontas para o consumo. A colheita é a parte mais gratificante de ter uma horta em apartamento, pois você vai poder saborear os frutos do seu trabalho e cuidado. Você pode colher as plantas usando uma tesoura ou uma faca afiada para cortar as folhas, os galhos ou os frutos que desejar. Você deve colher as plantas sempre que elas estiverem maduras, frescas e saudáveis. Você pode verificar o ponto de colheita observando a cor, o tamanho, o aroma e o sabor das plantas. Você também pode seguir as orientações de cada espécie sobre o tempo de cultivo e a época de colheita. Você pode usar as plantas colhidas na hora ou conservá-las na geladeira ou no freezer por alguns dias. Você também pode secar, desidratar ou congelar as plantas para usá-las posteriormente. O importante é aproveitar ao máximo os benefícios e o prazer de ter uma horta em apartamento.

Esse foi o nosso texto sobre como fazer uma horta em apartamento. Esperamos que ele tenha sido útil e inspirador para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Recent Posts

Politicas de Cookies

Usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência, melhorar a funcionalidade e o desempenho, personalizar anúncios e analisar o tráfego. Ao clicar em ‘Permitir’, você concorda com o uso de cookies. Para alterar suas preferências, clique em ‘Configurações de cookies’. Para mais informações, visite nossa Política de Cookies .